Ecosil

A Escola de Contas Conselheiro Otacílio Silveira – ECOSIL, foi instituída através da Resolução RA TC Nº 01/2001 e regulamentada pela Resolução RA TC Nº 05/2001. Posteriormente surgiu a necessidade de estabelecer as diretrizes para as ações de capacitação, bem como as ações pedagógicas voltadas para os jurisdicionados, levando a aprovação das Resoluções RA TC Nº04/2013 e TC Nº05/2005. Em 2013, foi aprovado o Regulamento da Ecosil, publicada no DOE em 25/07/2013, revogando as disposições em contrário.

O nome escolhido para a Escola foi uma homenagem ao primeiro presidente da Corte e um dos seus fundadores, já falecido, o Conselheiro Otacílio Silveira.

Considera-se a educação essencial para o fortalecimento dos órgãos públicos. O investimento em recursos humanos é a base para que as organizações obtenham colaboradores cada vez mais qualificados e adequados à estratégia organizacional. As pessoas são as fontes de inovação e os agentes das ações que irão assegurar o alcance dos objetivos planejados.

A valorização do ensino e da aprendizagem contribui não só para o domínio de novos conceitos ou técnicas, como também prepara servidores e gestores públicos, ampliando a compreensão de como agir adequadamente através do planejamento, monitoramento e correção das ações públicas com foco na concretização dos anseios sociais.

Existe como visão a meta de ser reconhecida nacionalmente como centro de excelência na melhoria, desenvolvimento profissional e pessoal de servidores públicos.

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Promover o desenvolvimento profissional e pessoal dos agentes públicos, e difundir conhecimentos junto ao cidadão sobre o controle social.
Ser reconhecida como centro de excelência no desenvolvimento profissional e pessoal de agentes públicos, bem como na difusão de conhecimentos sobre Controle Externo e Gestão.