Pleno do TCE-PB aprova “Votos de Pesar” pelos falecimentos de Walter Brito e Hélio Zenaide

O Pleno do Tribunal de Contas da Paraíba, em sessão ordinária na manhã desta quarta-feira (20), aprovou, à unanimidade, “Votos de Pesar” pelo falecimento do jornalista e historiador Hélio Zenaide, ocorrido na última segunda-feira, vitimado por um Acidente Vascular Cerebral – AVC, assim como do empresário campinense Walter Brito (nesta quarta-feira (20), ele que era proprietário da empresa Expresso Real, que faz a linha de ônibus interestadual João Pessoa/Campina Grande. Proposituras dos conselheiros André Carlo Torres Pontes e Arthur Cunha Lima, respectivamente.

Helio Zenaide faleceu aos 90 anos de idade e na Paraíba tinha uma vasta folha de serviços prestados, tendo ocupado importantes cargos na administração estadual. Foi secretário de Finanças no Governo de Pedro Gondim e secretário de Comunicação na gestão do governador Ivan Bichara Sobreira, além de ter militado na imprensa paraibana, passando pelos cargos de colunista, redator e diretor do jornal A União.

O empresário Walter Brito tinha 87 anos e era um dos mais antigos empresários do setor de transportes no Estado. Morreu em Campina Grande no início da madrugada em sua residência, vítima de falência múltiplas dos órgãos. Pai do ex-deputado Walter Brito Filho, também era avô do ex-deputado federal Walter Brito Neto.

 

AscomTCE 

(20-09-2017)

Compartilhe: