Sessão plenária do TCE teve, nesta quarta-feira, a aprovação de dois Votos de Pesar

O Tribunal de Contas da Paraíba aprovou, por unanimidade, Voto de Pesar encaminhado pelo conselheiro Fábio Nogueira, em razão do falecimento, no último dia 24, do jornalista campinense Josibel de Oliveira Lins.

Ao enaltecer a dignidade e o caráter de Bel, como era intimamente tratado, o conselheiro falou da lisura com que o amigo se houve no desempenho dos cargos de técnico, professor de Foto-Jornalismo e assessor de Imprensa da Universidade Estadual da Paraíba, organismo de cujas lutas participou com afinco. O conselheiro Arthur Cunha Lima acostou-se ao voto.

A recente morte do comerciante Antonio José Filho, estabelecido em João Pessoa, também foi lastimada pelo TCE nos termos do Voto de Pesar formulado pelo conselheiro André Carlo Torres Pontes.

Este observou que “Toinho do Bar” foi “um exemplo de empreendedorismo”. Deixara a função de cozinheiro de um restaurante da Capital para montar seu próprio ponto comercial, ambiente suficientemente sadio a ponto de integrar, em conversa amena e agradável, desde os mais graduados aos mais humildes frequentadores.

 

Ascom/TCE-PN

(09/08/2017)

Compartilhe: