Centro Cultural do TCE-PB reúne cantadores, artistas plásticos, poetas e escritores

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, por meio do Centro Cultural Ariano Suassuna, foi palco de um grande evento cultural, na noite do último sábado (06/05), com uma mostra que foi realizada em parceria com a Academia de Cordel do Vale do Paraíba e a Associação Profissional de Bibliotecários da Paraíba.

O evento reuniu as mais expressivas figuras do mundo cultural do Estado. Na  programação, o lançamento do livro “Bisaco de Poesia”, do poeta Pedro Fernandes de Araújo; abertura de exposição dos artistas plásticos Otto Cavalcanti e Thiago Alves; e a  entrega do Troféu Zé da Luz e do Prêmio Jemima Marques a personalidades especialmente destacadas, além de um Sarau poético e show do poeta Roberto Cajá.

Na avaliação do diretor do Centro Cultural Ariano Suassuna,  Flávio Sátyro Filho,  “O CCAS  se empenha para que a arte e a cultura do povo sejam motivo de aproximação entre a sociedade e o Tribunal da Contas da Paraíba que assim cumpre mais um papel de difusor e preservador de nossas tradições culturais”, destacou.

TROFÉU ZÉ DA LUZ – O Troféu Zé da Luz, idealizado pela Academia de Cordel do Vale do Paraíba, foi entregue, entre outros, a ativista cultural e atriz carnavalesca, Ednamay Cirilo e ao músico Roberto Cajá.

PRÊMIO JEMIMA MARQUES – O prêmio Jemima Marques foi lançado pela Associação Profissional de Bibliotecários da Paraíba e a Academia de Cordel do Vale do Paraíba para destacar pessoas e instituições que tenham contribuído  social e culturalmente com ações em defesa e para a difusão do livro, da leitura, da literatura e da biblioteca na Paraíba. Em sua primeira edição, receberam as comendas o poeta Lau Siqueira (Secretário de Cultura do Estado), o editor Davi Fernandes (ex-diretor da editora universitária da UFPB), o Grupo Atitude (de Caiçara), a bibliotecária Jovirene Pereira e a bibliotecária Marília Guedes Pereira.

O nome do prêmio é uma homenagem a Jemima Marques, que faleceu aos 49 anos, em 9 de abril de 2014. Era graduara em Biblioteconomia pela UFPE e Mestre em Biblioteconomia pela Universidade Federal da Paraíba, da qual integrava os quadros desde 1993. Na condição de professora assistente do Departamento de Ciência da Informação, lecionava, predominantemente, no curso de graduação em Biblioteconomia e uma das suas premissas era a luta por uma universidade pública e de qualidade, especialmente na UFPB, além do reconhecimento e fortalecimento da profissão de bibliotecária.

PERFORMANCE –  Um dos grandes momentos foi a encenação da atriz e professora Aline Alencar, com o tema “A chegada de Lampião ao inferno”, bastante aplaudida pelo público.

SARAU POÉTICO – O Sarau ocorrido na noite, chamado de Sarau Lunar, foi um dos pontos fortes do evento, traduzido na verve poética de nomes como Zezita Matos, Dija Darkdija, Linaldo Guedes, Hermano Almeida, Jairo Cézar, Sander Brown, Sander Lee, Lorena Alysson, Marconi Araújo, Chico Mulungu, Fábio Mozart, Thiago Alves, Leticia Palmeira, entre outros.

O evento teve encerramento com um rápido show do consagrado músico e poeta Roberto Cajá e contou com caravanas de Itabaiana, Pilar, Mulungu e Caiçara.

 

FOTOS DO EVENTO:

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe: