Estudantes da UFPB e Unipê visitam TCE-PB

O Tribunal de Contas da Paraíba recebeu mais uma vez, nesta quarta-feira,  (05), estudantes do Unipê e da UFPB interessados em conhecer sua estrutura de funcionamento e saber como são realizadas as sessões plenárias de julgamento de processos. Além, ainda, sobre como fazer uso das ferramentas que o Tribunal utiliza para o controle e fiscalização dos recursos públicos nas prefeituras, câmaras municipais e Governo do Estado.

A visita de um grupo de 120 alunos das duas universidades aconteceu na véspera do lançamento, marcado para esta quinta-feira (6), do Programa TCE, Escola e Cidadania, pelo qual a Corte torna permanente este tipo de acolhimento que orienta alunos de instituições de ensino parceiras do Tribunal.

Do total de visitantes nesta quarta-feira, 90 deles frequentam os 3º e 4º períodos do curso de Direito do Centro Universitário de João Pessoa, e os outros 30 ora cursam o 3º período, também de Direito, na Universidade Federal da Paraíba.

Ao abrir a sessão plenária dando boas vindas aos estudantes, o presidente do TCE, conselheiro André Carlo Torres, destacou o trabalho pedagógico que historicamente tem sido feito junto aos gestores em todo estado. E se referiu, também, às orientações prestadas à comunidade estudantil “na busca por uma gestão pública transparente e interativa”.

E lembrou, a propósito, que são esperados nas dependências do Tribunal, na manhã desta quinta-feira, mais de 300 alunos do ensino médio e fundamental para o lançamento do Programa TCE, Escola e Cidadania.

Em companhia do professor Carlos Bráulio da Silveira e da professora Valeska Bezerra de Carvalho, os visitantes assistiram ao julgamento do processo relativo à prestação de contas anual, exercício 2014, da prefeitura de Baraúnas, com relatoria do conselheiro substituto Antônio Gomes Vieira Filho. Ao final do exame, os conselheiros votaram, à unanimidade, pela aprovação com ressalvas da PCA.

“Ao tempo em que abre os olhos da sociedade para a importância do controle externo, o TCE também abre suas portas para os futuros profissionais que vão atuar aqui. Um aprendizado que é fundamental para os alunos”, observou o professor Carlos Bráulio.

Idêntica opinião tem, também, a professora Valeska Bezerra: “Essas  visitas levam os alunos da sala de aula para a realidade, para o mundo prático de como acontece o efetivo controle externo que é realizado pelo TCE. Ajudam na ampliação do conhecimento acadêmico e preparam para o exercício profissional”, comentou.

 

ASCOM TCE

05/04/2017

Compartilhe: