Presidentes de Câmaras enaltecem caráter pedagógico do TCE-PB

Presidentes de Câmaras de Vereadores destacaram, nesta sexta-feira (17), a importância das orientações que receberam durante o seminário promovido pelo Tribunal de Contas da Paraíba. Em comum, todos manifestaram o caráter pedagógico do encontro, cujos temas disseram haver atendido suas expectativas sobre cuidados e providências necessárias ao cumprimento da legislação e das normas de controle e transparência da gestão.

Vereador há 20 anos, Marcos Barros Souza preside pela sétima vez a Câmara Municipal de Cajazeiras, e é um dos que ressaltou o trabalho de orientação aos gestores, ao qual credita haver tido suas contas aprovadas em todos os mandatos. “Sou testemunho do quanto o TCE quer que a gente faça as coisas certas, e por isto o tenho como uma instituição parceira, e não como um Tribunal condenatório”, observou.

Vereador pela terceira vez – a primeira em que exerce o comando legislativo-  o presidente da Câmara Municipal de Patos, Sales Junior, destacou, por sua vez, a oportunidade de  ampliação de conhecimentos proporcionada pela temática do encontro, em especial pelas abordagens sobre responsabilidade fiscal, prerrogativas da função legislativa e normas de transparência. “Tudo é importante para evitar que cometamos equívocos que possam levar à reprovação das contas”, frisou.

Eleito presidente da Câmara de Itapororoca já no primeiro mandato, Jailson Fernandes foi outro participante do encontro a considerar relevantes as orientações, principalmente para os novos gestores, como ele próprio. “A programação, com temas abrangentes e outros mais específicos, como elaboração de folha e repasse de duodécimo, mostra a responsabilidade que temos, mas também indica os caminhos a seguir para agir da forma certa”, comentou.

Já para o presidente da Câmara de Itatuba, Telbâneo Bezerra da Siva, o principal mérito do evento se constitui “na oportunidade de manter os gestores atualizados sobre as mudanças na legislação e nas normas da administração pública”. E completou: “De quando presidi a Câmara a primeira vez, em 2002, para hoje, muita coisa mudou, e esse trabalho pedagógico do Tribunal nos mantém atualizados para sabermos, ao longo do tempo, o que devemos ou não devemos fazer”.

Presidentes das câmaras de Santana dos Garrotes e Santa Cecília, Socorro Feitosa e Helena Rodrigues manifestaram idêntica expectativa em relação aos resultados do encontro: ajudá-las a acompanhar as mudanças na legislação, facilitando o trabalho de gestão e, ao final, possibilidade a aprovação de suas contas.

“É fundamental esse trabalho de orientação, porque além do mais cria um laço integrando o Tribunal, gestores e a sociedade. Isto é bom para todos, e  mostra que, com interação e ouvindo a todos, o TCE exerce bem o seu papel como órgão de controle e de acompanhamento da gestão”, observou o presidente da Câmara Municipal de Desterro, Vamberto Leite, em nome de quem o conselheiro André Carlo Torres, saudou antes os participantes do evento.

ASCOM TCE-PB

17/03/2017

Compartilhe: