Sindcontas empossa o novo quadro dirigente para o biênio 2017/2018

 

 

O Sindicato dos Profissionais de Auditoria do Tribunal de Contas da Paraíba (Sindcontas) empossou os dirigentes para o biênio 2017/2018, na manhã desta terça-feira (21), no Auditório Celso Furtado, do Centro Cultural Ariano Suassuna, pertencente à Corte.

Em seu pronunciamento, o novo presidente Paulo Germano da Costa Alves Filho destacou, diante de bom público, o propósito da defesa do bem social, da harmonia e da união.

Emocionado, sobretudo quando falou da superação de obstáculos para a conclusão dos estudos acadêmicos e a aprovação, em 2011, no concurso público para auditor do TCE, ele se definiu como “um soldado incansável na luta para elevar a categoria a um novo patamar”. E conclamou a todos: “Juntos seremos mais fortes”.

Além do presidente do TCE André Carlo Torres Pontes – convidado à Mesa – a cerimônia teve a presença do conselheiro Marcos Costa, coordenador da Escola de Contas Conselheiro Otacílio Silveira (Ecosil). Também, da procuradora geral junto à Corte Sheyla Barreto Braga de Queiroz que saudou os empossados em nome do Ministério Público de Contas.

A solenidade foi aberta pelo ainda presidente Antonio Duarte dos Santos. Depois de empossar o sucessor, ele traçou um breve histórico do Sindicato nascido em 19 de março de 1990 e dos passos dados, a partir daí, pelos sucessivos dirigentes. Pregou o respeito “aos jurisdicionados e aos companheiros do Tribunal” e disse que tamanha atitude é o que tem feito do Sindcontas uma instituição modelar e respeitada em âmbito nacional.

Coube à auditora de contas públicas Ana Célia Albuquerque a segunda saudação ao novo presidente. Depois de citar conquistas do amigo (a exemplo da graduação em Direito e Ciências Contábeis e, ainda, da Especialização em Gestão Publica Municipal), ela acentuou que o currículo, a decência e o talento de Paulo Germano fazem com que ela própria e os companheiros de jornada se sintam por ele bem representados.

A procuradora Sheyla Barreto, terceira a falar, lembrou que a Auditoria do TCE “também é a voz do controle externo”. Afirmou que o Sindcontas tem importante função social e disse crer em que as discussões, ali, transcenderão a questão salarial.

O conselheiro André Carlo destacou a fase de maturidade do Sindicato nascido há 27 anos. “Podem contar com a Presidência do Tribunal de Contas”, disse. Também reafirmou o propósito da caminhada “ao lado desses atores do controle externo e da boa prestação do serviço social”. E concluiu: “Desejo sucesso e harmonia à diretoria que agora se empossa”.

INTEGRANTES – Além do presidente Paulo Germano assumiram seus novos cargos no Sindcontas o 1º vice-presidente Weverton Lisboa de Sena, o 2º vice-presidente  Janilson Caju Marques, o secretário geral Eduardo Ferreira Albuquerque, o secretário Willo Hebert Pontes Pinheiro, o primeiro tesoureiro José Denis Torquato Alves e o segundo tesoureiro Júlio Uchoa Cavalcanti Melo.

Ainda, o diretor administrativo Gentil José Pereira de Melo, a diretora do Setor Financeiro Lidyanne Costa de Araújo, o diretor do Contencioso Elkson Martins de Miranda, o diretor de Relações Públicas Matheus de Medeiros Lacerda, o diretor de Esportes e Turismo Diego Sá de Moura e a diretora social Joseana Francisca Dantas Gualberto.

O Conselho Fiscal do Sindcontas teve a posse dos membros efetivos Maria Zaíra Chagas Guerra Pontes, Patrícia dos Santos Sousa e Emiliana Rolim Florentino. Também, dos suplentes Ana Célia Albuquerque, Daniela Ferreira Silva Quirino de Almeida e Margildo de Lacerda Dantas.

 

Ascom/TCE-PB

  1. 02 17.
Compartilhe: