Autoridades destacam propostas do novo presidente para ampliar transparência e eficiência do TCE-PB

A posse do conselheiro André Carlo Torres Pontes na Presidência do Tribunal de Contas da Paraíba, em solenidade ocorrida nessa sexta-feira (03), representou, para algumas das autoridades representativas do Estado, a continuidade do processo de modernização, mais eficiência e qualificação nas atividades do órgão fiscalizador. O governador Ricardo Coutinho destacou a formação do novo presidente, que é oriundo do Ministério Público de Contas, e disse que “André tem experiência e saberá conduzir com racionalidade sua missão à frente do TCE, ampliando a missão pedagógica e orientadora, em especial no atendimento aos órgãos e às prefeituras”.

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Joás de Brito Pereira, enfatizou que a condição de técnico, oriundo dos quadros da Procuradoria, é um atributo muito importante para o gestor na atual conjuntura do país. Para o magistrado, o TCE tem demonstrado eficiência nas atividades e com certeza vai ampliar suas ações, beneficiando assim os interesses da sociedade. Entendimento também manifestado pelo Promotor de Justiça, Amadeu Lopes, que representou o Procurador Geral do Ministério Público do Estado, Bertran Asfora.

Amadeu revelou sua satisfação de ver um membro advindo do Ministério Público ascender a um cargo tão representativo na conjuntura dos órgãos e poderes do Estado, responsáveis pelo controle externo e pela fiscalização no que diz respeito à aplicação correta das leis. O promotor observou as inovações do TCE nesse início de ano, especificamente no acompanhamento, em tempo real, das contas públicas. Lembrou os demais membros da Mesa, o vice-presidente, Arnóbio Viana, e o corregedor, Fábio Nogueira, que darão suas contribuições essenciais para o êxito da gestão.

 

Experiência e qualidade técnica

A experiência já testada em desafios superados e as qualidades técnicas já demonstradas pelo conselheiro André Carlo, segundo o deputado estadual Gervásio Maia, presidente da Assembléia Legislativa, são características que tranquilizam a sociedade em saber que o TCE continuará na vanguarda, no tocante às suas atividades de controle externo. Para ele, o novo presidente do TCE já demonstrou capacidade e saberá conduzir com eficiência sua nova missão.

Acessível e democrático. Resumiu o deputado Raniere Paulino, ao enfatizar as qualidades do novo presidente, e o processo de modernização que tem acompanhado o Tribunal de Contas da Paraíba. O modelo vem se consolidando ao longo dos anos e a ascensão de um técnico experiente – vindo dos quadros da Procuradoria, somente contribuirá para o aprimoramento da missão pedagógica do TCE.

Transparência e Diálogo

Transparência e diálogo com os jurisdicionados. Essas são características apontadas pelo presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, vereador Marcos Vinícius Nóbrega. Para ele, o gestor ficará mais tranqüilo, tendo por perto o TCE, no acompanhamento concomitante à execução do orçamento e dos atos administrativos. O vereador observou que André Carlo é um presidente moderno e manterá um diálogo aberto, não deixando de aprimorar a missão pedagógica da Corte de Contas.

Para o presidente da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, advogado Paulo Maia, o conselheiro André Carlo já é conhecido no meio acadêmico pela discrição e pela eficiência em seus atos, atributos que certamente serão exercidos na esfera do TCE, agora que assume a direção do órgão. “Sabemos que o momento é difícil. A queda da atividade econômica repercutiu nos órgãos fiscalizados pelo TCE e exigirá mais controle dos gastos públicos”, frisou.

Também manifestou satisfação a chefe da Defensoria Pública, Madalena Abrantes. “É um homem íntegro, e sabemos que conduzirá o Tribunal de Contas com eficiência e equilíbrio, assim como tem feito nas missões que lhe são atribuídas.”

Presidente do IRB destaca qualificação do TCE-PB

O conselheiro Sebastião Helvecio, do Tribunal de Contas de Minas Gerais, atual presidente do Instituto Rui Barbosa, que é casa do conhecimento dos tribunais de contas do Brasil, enfatizou a posição de vanguarda que ocupa o TC da Paraíba, especialmente na área de tecnologia com o programa Sagres, com o avanço nas ações de sustentabilidade e na qualificação das auditorias.

Ele evidenciou a formação técnica do conselheiro André Carlo e seu compromisso em priorizar os pilares da atividade do controle externo, investindo na qualificação dos servidores, em busca da excelência. O conselheiro Helvécio lembrou que poucos tribunais do Brasil têm um quadro de conselheiros tão qualificados, e também em relação aos procuradores e chefias dos setores das auditorias.

 

AscomTCE – (genesio Sousa)

06 02 2017

 

Compartilhe: