TCE-PB realiza seminário sobre a crise hídrica no Semiárido paraibano

Cartaz crise hídrica APROVADO(1)

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba trará para um amplo debate o tema da crise hídrica no Semiárido paraibano, resultante de um dos períodos de seca mais longos e perversos da história do Nordeste. Já estão abertas ao público no portal.tce.pb.gov.br AQUI as inscrições para o seminário “A Crise Hídrica no Semiárido Paraibano”, que acontecerá nos próximos dias 1 e 2 de setembro, no Centro Cultural Ariano Suassuna.

O presidente do TCE-PB, conselheiro Arthur Cunha Lima, destacou que o evento será uma oportunidade importante para a região, pela possibilidade de apontar caminhos e alternativas para os principais problemas do Semiárido, a exemplo da gestão e qualidade das águas, do abastecimento, e da expectativa de chegada da água da Transposição.

A iniciativa de reunir especialistas de renome e gestores da área demonstra, segundo o conselheiro presidente, a constante preocupação da Corte quanto ao acompanhamento e desenvolvimento das políticas públicas, e, no caso, “mais especialmente ainda numa área essencial como é a de prestação de serviços de abastecimento à população”.

” Para que se faça o debate com responsabilidade e profundidade, as discussões nos vários painéis e palestras terão a participação de estudiosos do clima e das bacias hidrográficas, e , também, de representantes de universidades, de ambientalistas, dos gestores públicos e dirigentes de organismos federais e estaduais com atuação na área”, frisou.

Após o credenciamento dos participantes, no dia 1º de setembro, às 8 horas, o encontro vai ser aberto, uma hora depois, pelo presidente do TCE, conselheiro Arthur Cunha Lima. Em seguida, o conselheiro Marcos Costa falará sobre a mecânica e o desenvolvimento do Seminário.

O Corregedor do TCE, conselheiro Fernando Catão, que idealizou o evento e é um dos responsáveis pelas articulações que trarão a João Pessoa nomes de reconhecimento regional e nacional nessa área, fará um resumo dos processos de Auditoria Operacional por ele coordenados nas Várzeas de Sousa e no sistema de abastecimento d’água de João Pessoa.

A programação permitirá discussões, entre outros, sobre “Mudanças Climáticas e Previsão Meteorológica para o Nordeste”; “A Qualidade da Água Atual dos Reservatórios de Abastecimento do Estado da Paraíba”; “Gestão dos Recursos Hídricos das Bacias do Semiárido Paraibanos”; “Expectativa da Chegada da Água da Transposição aos Reservatórios do Semiárido Paraibano”; e “Soluções Alternativas ao Abastecimento da Cidade de Campina Grande”.

Também fazem parte da mesma programação debates sobre “Alternativa para a Não Chegada das Águas da Transposição Antes do Colapso Total da Atual Capacidade do Reservatório Epitácio Pessoa”, e “Planta de Reuso de Águas Residuárias”.

Coordenado por meio da Escola de Contas Conselheiro Otacílio Silveira (Ecosil), órgão do TCE dirigido pelo conselheiro Marcos Costa, o seminário conta com a parceria de três universidades públicas: UFPB (Universidade Federal da Paraíba), UFCG (Universidade Federal de Campina Grande) e UEPB (Universidade Estadual da Paraíba).

Para as palestras e mediação dos debates, estão confirmados nomes como Paulo Nobre (CPTEC/INPE – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – Inpe), Eduardo Pacheco Jordão( Universidade Federal do Rio de Janeiro) Heber Pimentel Gomes e Tarcísio Cabral (UFPB), Janiro Costa Rêgo (UFCG), Weruska Brasileiro Ferreira e Beatriz Ceballos (UEPB), João Azevedo (Secretário de Estado de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia) e João Fernandes da Silva (Diretor Presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas no Estado da Paraíba – AESA).

Mais informações pelo telefone (83) 3208-3449.

Ascom/TCE-PB
1708.2016

 

Compartilhe: