Alunos de três colégios recebem no TCE informações sobre Aedes aegypti

14039971_856750197792239_569719119671773022_n

O Auditório Celso Furtado, do Centro Cultural Ariano Suassuna, órgão pertencente ao Tribunal de Contas do Estado, recebeu, na manhã desta quinta-feira (18), alunos de três colégios de João Pessoa para palestras e informações acerca dos males ocasionados pelo Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, da febre zica e da chikungunya.

14088671_856750711125521_6377815345425557022_n

Em sua saudação, o vice-presidente do TCE, conselheiro André Carlo Torres Pontes (no exercício da Presidência, em razão de viagem institucional do titular Arthur Cunha Lima), conclamou o público juvenil a ser parte ativa do combate ao mosquito que tem infelicitado a população.

“As grandes realizações começam com ideias simples”, observou ele, ao explicar que o encontro foi concebido a partir de conversa com o tenente-coronel Rosinaldo José da Silva, integrante do Corpo de Bombeiros da Paraíba e da equipe de segurança do Tribunal, onde também resolveu assumir atribuições relacionadas à prevenção contra focos de insetos. No TCE, as varreduras do gênero ocorrem a cada segunda-feira ou, imediatamente, depois de chuvas.

A primeira iniciativa decorrente do entendimento entre ambos foi a ação contra o Aedes aegypti promovida em 16 de junho passado, no hall do TCE, no bairro de Jaguaribe. Foi trabalho educativo do qual participaram representantes dos organismos públicos responsáveis pelo combate ao mosquito.

No encontro desta quinta-feira, o conselheiro André Carlo recomendou que todos se irmanassem no enfrentamento de um dos mais sérios e sentidos problemas já enfrentados pela sociedade, dentro ou fora da Paraíba. “Mas eu me dirijo, sobretudo, a vocês que são jovens e detêm a capacidade infinita para a transformação. Comuniquem-se, contem o que agora aprenderam, quando saírem daqui. Usem seus celulares. Sejam multiplicadores de boas ações”, pediu.

AS PALESTRAS – Cerca de 200 alunos da Escola Municipal Analice Caldas, da Escola Estadual Isabel Maria das Neves e do Colégio Motiva ouviram a palestra “Mosquito Aedes aegypti: doenças transmitidas e sintomas”, proferida pelo médico Fernando Martins Chagas, que atua no Complexo Hospitalar Clementino Fraga e no Setor de Infectologia do Hospital Universitário Lauro Wanderley.

13934722_856753831125209_1930970739237299337_n

Ouviram, ainda, exposições dos gerentes de Vigilância Epidemiológica de João Pessoa (Daniel Araújo), da Vigilância Ambiental e Zoonoses (Nilton Guedes do Nascimento) e da Vigilância Sanitária do Município (Alberto José dos Santos).

Vídeos sobre o papel do Tribunal de Contas e sobre o ciclo de vida do Aedes aegypti foram exibidos aos jovens estudantes no intervalo entre as exposições e o momento dos debates coordenados pelo cardiologista Anderson Souza de Lima, integrante do Setor Médico do TCE. Nesta fase, os expositores formularam questões entre si e responderam a questões encaminhadas por professores e alunos.

14079514_856755614458364_1580952076508397514_n

O encontro foi encerrado pelo diretor do Centro Cultural Ariano Suassuna, Flávio Sátyro Fernandes Filho, após entrega de certificados aos expositores e colégios. Ele recomendou, na ocasião, o acesso ao twitter, ao facebook, à página eletrônica do TCE e à do órgão por ele dirigido.

 

Ascom/TCE-PB

(18.08.2016)

 

Compartilhe: