Corregedoria do TCE-PB inicia cronograma de correições 2016

DIE_0291

A corregedoria do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba inicia o cronograma de correições de 2016 , em todas as unidades da Diretoria de Auditorias e Fiscalização (Diaf). A informação foi divulgada durante expediente da sessão plenária desta quarta-feira (01/06), pelo conselheiro corregedor da Corte, Fernando catão.

Ele disse também que será feita a correição nas unidades que compõem os gabinetes dos relatores desta Corte iniciando neste mês de junho e finalizadas em outubro próximo.

Para a execução dos trabalhos foi criada uma Comissão de Correição com a participação de seis servidores do TCE. Os trabalhos serão desenvolvidos por Ana Cláudia Medeiros Lins de Albuquerque Lima, Patrícia Santos Sousa de Araújo, Raniere de Sousa Cavalcanti e Alcione Leite de Oliveira. Esta comissão ficará sob a coordenação do auditor de Contas Públicas, Stalin Melo da Costa e Geraldo Gomes de Carvalho Junior, secretário da Corregedoria.

Segundo o conselheiro Catão, as atividades de Inspeção e Correição no âmbito do TCE-PB, de acordo com a resolução 007/2013, têm como objetivo verificar a regularidade, o controle, a orientação e o acompanhamento dos serviços executados pelos setores deste Tribunal, para garantir um bom andamento, com qualidade, eficiência e tempestividade.

A correição será desenvolvida em quatro etapas gerais, que visam otimização da avaliação, sendo iniciada com a distribuição de um questionário prévio nos setores-alvos dos procedimentos da correição, ocorrendo em seguida uma inspeção in loco.

O Corregedor informa ainda que será realizado, em novembro próximo, um monitoramento para o exercício de 2016 na Secretaria do Pleno, nas Secretarias da 1ª e 2ª Câmaras Deliberativas, bem como no Protocolo. A primeira correição ordinária no TCE-PB, aconteceu em 2014.
A Corregedoria do Tribunal de Contas da Paraíba é o órgão responsável pelo controle organizacional e disciplinar, objetivando zelar pelo bom funcionamento da Instituição.

Assessoria de comunicação/ TCE-PB
(01.06.2016)

Compartilhe: