Concluintes de curso no TCE-PB destacam importância de capacitação para melhoria da gestão pública

BFS_6179BFS_6167

“Uma capacitação importantíssima, de conteúdo oportuno e muito bem estruturado, que ajuda os gestores a entender melhor o papel da administração pública na sociedade”.

BFS_6251

 

A observação é do engenheiro mecânico o formando Helder Giuseppe, representante da turma concluinte do Curso de Aperfeiçoamento em Administração Pública, encerrado nesta sexta-feira (29) no plenário ministro João Agripino Filho, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba.

Opinião idêntica manifestou, também, o técnico em informática Rodrigo Teu, da prefeitura de Itaporanga, ao destacar que percebeu a dimensão do curso “já a partir da definição do conteúdo voltado para a realidade e o dia a dia da administração pública, principalmente dos municípios”. E completou: “foi um privilégio ter aulas com professores tão qualificados e ver a dedicação da equipe do TCE durante toda a capacitação”.

O curso em Aperfeiçoamento em Administração Pública, reuniu 23 alunos, representantes de 19 municípios paraibanos.

Ministrado por meio da Escola de Contas Otacílio da Silveira, o curso foi encerrado durante concorrida solenidade de entrega de certificados de formatura de participação presidida pelo conselheiro André Carlo Pontes Torres – na ocasião representando o presidente da Corte, conselheiro Arthur Cunha Lima.

BFS_6172

Ao parabenizar a turma concluinte da terceira edição do curso, ele destacou a oportunidade de crescimento profissional ofertada pelo Tribunal e a “importante missão da Ecosil em levar conhecimento a um universo significativo de servidores públicos, jurisdicionados e pessoas da sociedade, ajudando a otimizar cada vez mais o controle social”.

BFS_6202

Em pronunciamento marcado por agradecimentos a servidores e conselheiros, o coordenador da Escola de Contas, conselheiro Marcos Costa, lembrou a contribuição da Ecosil – desde sua criação pelo hoje conselheiro aposentado Flávio Sátiro – na formação e qualificação de quadros técnicos para a administração pública paraibana. Agradeceu ao presidente Arthur Cunha pelo apoio às atividades da escola e citou, nominalmente, os demais conselheiros que a dirigiram: Arnóbio Viana, Nominando Diniz e André Carlo.

“Um dos principais itens de nosso Planejamento Estratégico é o avanço da qualificação tanto de servidores da Corte quanto dos jurisdicionados”, disse ao assegurar que mesmo diante da crise econômico e financeira do país, que levou também o Tribunal a cortar despesas, a Ecosil vai realizar no atual exercício, por meio de parcerias, dezenas de atividades de capacitação, envolvendo cursos, seminários, palestras e treinamentos. “Para isto, nosso lema é: criatividade, criatividade, criatividade”, provocou.

BFS_6225

Por sua vez, a procuradora geral do Ministério Público de Contas, Sheyla Barreto Braga de Queiroz, frisou que o curso, “por sua inequívoca relevância para os servidores e para a administração pública, contribui para aproximar o TCE dos jurisdicionados e da sociedade”.

E acrescentou: “É a expressão do Tribunal em sua face mais didática e de orientação para contribuir com a melhor aplicação possível dos recursos públicos”.

BFS_6196

HOMENAGENS – A turma concluinte – que levou o nome do conselheiro substituto aposentado Nilton Gomes de Sousa – prestou homenagens também aos auditores e instrutores Maria Zaíra Guerra (escolhida paraninfa) e José Lusmá Felipe dos Santos (escolhido patrono).

BFS_6221BFS_6296

CORAL CANTA SIVUCA E GLORINHA GADELHA

BFS_6195

Marcada por uma apresentação do Coral do TCE, que após a abertura com o Hino Nacional executou também “Feira de Mangaio” – de Sivuca e Glorinha Gadelha -, a solenidade foi prestigiada ainda pelos conselheiros aposentados Flavio Sátiro, Luiz Nunes, Juarez Farias e Antonio Carlos Escorel.

OBJETIVOS – Coordenado pelo auditor Luzemar Martins e integralmente ministrado por professores do próprio quadro do TCE-PB – auditores, procuradores e conselheiros substitutos – foi concebido com o objetivo de melhorar a qualificação dos servidores no cumprimento de suas atribuições funcionais específicas e, também, na prestação de serviço à sociedade.

Com carga horária de 264 h/aulas distribuídas por 10 disciplinas, o curso teve início em 02 de julho de 2015 e foi concluído em 02 de abril de 2016. Os participantes estudaram, entre outros temas, Administração Pública Gerencial; Gestão Pública e Responsabilidade Fiscal; Instrumentos de Orçamento, Planejamento e Gestão; Licitações, Contratos, Convênios e Pregões ;Aposentadorias e Pensões; e Prática de Instrumento de Controle Social.
Ascom TCE-PB
28/04/2016

 

 

 

Compartilhe: