Conselheiros e presidente do TCE participam de Congresso Internacional com palestras

DSC02963 DSCN5251

O presidente do Tribunal de Contas da Paraíba, conselheiro Arthur Cunha Lima, participou, na manhã desta quinta-feira (08), da conferência “O Controle Externo no 3º Milênio: Desafios e Possibilidades”, ministrada pelo presidente do Tribunal de Contas da União, ministro Aroldo Cedraz, durante a programação do I Congresso Internacional de Controle e Políticas Públicas, que acontece no Minas Centro, em Belo Horizonte (MG). Na tarde da quarta-feira (07), o conselheiro Fábio Nogueira fez sua palestra, direcionada à rede de comunicação entre os tribunais. Na manhã desta quinta-feira (8), como parte da programação, houve um painel sobre “O Acompanhamento e Gestão das Políticas Públicas na Área de Educação: o caso do Estado da Paraíba, apresentado pelo conselheiro Fernando Rodrigues Catão.

nogueira

A excelência do Congresso, que está reunindo experiências em políticas públicas do Brasil e do exterior, destaca a contribuição dos representantes da corte paraibana. O conselheiro Fábio Nogueira, diretor de Assuntos Corporativos da Associação de Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), apresentou aos assessores de comunicação dos tribunais do país – reunidos no evento para debater a nova plataforma do portal nacional dos TCs, sugestões de procedimentos para a obtenção de espaços na mídia. Na proposta ele sugere também que as assessorias continuem a avançar, de maneira conjunta, nos moldes daquilo a que se propõe a Rede de Comunicação dos Tribunais de Contas da Atricon.

programação

O conselheiro explicou que, no estudo realizado, analisou-se uma ação efetiva da rede que foi criada. Mostrando slides, Fábio Nogueira defendeu um gerenciamento para as ações de comunicação, monitorada para atuar nos espaços disponíveis, promovendo contatos. “A proposta é identificar ações relevantes do controle externo com o propósito de repercuti-las por intermédio da mídia. Pontuou ainda exemplos de como os TCs acompanham os avanços tecnológicos, com a tecnologia dos aplicativos para smartphones, e de como isso tende a aproximá-los dos cidadãos. “São recursos que a imprensa pode e deve utilizar”, frisou.

As conferências, palestras e os painéis, apresentados durante o Congresso, ressaltam a dimensão no tocante às transformações que acontecem no Brasil e no mundo, com reflexos nas políticas públicas e no controle externo exercido pelos tribunais de contas. As procuradoras Sheyla Barreto Braga de Queiroz e Isabella Barbosa Marinho Falcão. representantes do Ministério Público de Contas do TCE-PB, também participaram do evento, em painéis diferentes, respectivamente, nas áreas de educação e saúde.

Ascom/TCE-(Genésio Sousa/Fábia Carolino).

 

Compartilhe: