CLIPPING DIÁRIO

CLIPPING  DIÁRIO

27/28 e 29/06/2015

CLICKPB: Gestores têm até terça-feira para entregar balancetes ao TCE

http://www.clickpb.com.br/noticias/paraiba/gestores-tem-uma-semana-para-entregar-balancetes-ao-tce/

JORNAL DA PARAÍBA: Governo do Estado investe R$ 80,1 milhões em publicidade

http://www.jornaldaparaiba.com.br/politica/noticia/153985_governo-do-estado-investe-rs-80-1-milhoes-em-publicidade

BLOG DO GORDINHO: TCE aplica multa a Waldson de Sousa e representante da Cruz Vermelha por má gestão no Trauma de JP http://www.blogdogordinho.com.br/tce-aplica-multa-a-waldson-de-sousa-e-representante-da-cruz-vermelha-por-ma-gestao-no-trauma-de-jp/

JORNAL CORREIO DA PARAÍBA

Paraíba Segunda-feira, 29 de junho de 2015 A3

POLÍTICA

 INTERPODERES

DOCUMENTO SERÁ DEBATIDO

 Representantes do poder Judiciário paraibano vão apresentar, em reunião, em julho, ao Tribunal de Contas da Paraíba, Ministério Público Estadual, Defensoria Pública, Assembléia Legislativa e ao Poder Executivo do Estado, o documento para criação do Comitê Orçamentário Interpoderes. A elaboração de uma minuta de ato normativo já foi apresentada às instituições. Informação do juiz que está à frente do projeto de criação do Comitê, Philippe Guimarães Padilha Vilar, divulgada no site do Tribunal de Justiça, a minuta contém as atribuições do órgão, como serão as deliberações, os assuntos a serem trabalhados, entre outros aspectos. “O foco do Comitê é a análise contábil das receitas do Estado, para que estes estudos possam auxiliar cada instituição na elaboração das próprias peças orçamentárias”, afirmou o magistrado. Planejamento O Comitê Orçamentário Interpoderes é um dos 21 projetos que vêm sendo executados dentro do Planejamento Estratégico (2015-2020) do Tribunal de Justiça da Paraíba, e visa formalizar um grupo para discutir e acompanhar os trabalhos relacionados ao orçamento

De cada Poder, promovendo um intercâmbio técnico entre as instituições e seus respectivos setores financeiros. Ainda para o magistrado Philippe, no primeiro momento a proposta foi apresentada às instituições para verificar a possibilidade de adesão. “Com a contrapartida positiva de todos, aguardamos esta reunião conjunta entre os futuros integrantes para finalizarmos o ato normativo, criarmos o Comitê e iniciarmos os trabalhos”, explicou. O juiz também destacou as diferenças entre o comitê orçamentário e a Comissão Interpoderes que já existe, esclarecendo que a última tem um caráter político e se reúne em situações de crise. “Agora, estamos trabalhando na construção de um comitê técnico, cujos membros poderão realizar reuniões permanentes, com pautas periódicas, a fim de acompanhar a evolução das receitas, discutir as dificuldades, e apresentar soluções. Isso oferece transparência e fortalece as instituições envolvidas”. O desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, que vem conduzindo a Política de Priorização do 1º grau de jurisdição no âmbito do Judiciário paraibano (em que se insere o Planejamento Estratégico), participou das reuniões junto com juiz Philippe Guimarães Padilha Vilar. De acordo com o desembargador a idéia do Comitê Orçamentário vai oportunizar um intercâmbio técnico entre as instituições e seus respectivos setores financeiros. “É uma forma de agregar valor à Administração Pública, na medida em que os Poderes estão se comunicando, numa área tão sensível, para discutir questões comuns, necessidades, dificuldades e soluções mútuas a respeito dos gargalos que envolvem o orçamento”, pontuou.

 

Compartilhe: