TCE-PB lança Marco de Medição de Desempenho

Foto Arthur Cunha LIma (lançamento MMD)

Projeto permitirá autoavaliação e mais agilidade e eficiência. Para Atricon, objetivo maior é o aprimoramento institucional das Cortes de contas no país.

O Tribunal de Contas da Paraíba aderiu, formalmente, nesta quinta-feira (14), a um ousado processo de autoavaliação e de melhoria da qualidade do seu trabalho interno e dos seus serviços à sociedade. . Em cerimônia realizada às 15 h, no Plenário Ministro João Agripino Filho, o presidente do TCE-PB, conselheiro Arthur Cunha Lima, lançou o Marco de Medição de Desempenho, que integra o Projeto de Qualidade e Agilidade das Cortes de Contas do País, desenvolvido pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil.

image(2)

O lançamento, na a presença de conselheiros e servidores, foi marcado por uma palestra do conselheiro Valdecir Fernandes Pascoal, presidente do TCE de Pernambuco e também da Atricon. Ele falou sobre a importância do projeto para o aprimoramento institucional das Cortes de contas num momento histórico em que o país desperta mais para o valor da transparência e da boa gestão dos recursos públicos.

O conselheiro Arthur Cunha Lima agradeceu a atenção do conselheiro Valdecir Pascoal em vir pessoalmente para o lançamento explicar a sistemática do MMD, e também conclamou, na ocasião, os servidores de todas as áreas do Tribunal a se envolverem no projeto. “Precisamos cumplicidade, num um esforço conjunto, de todos nós do Tribunal, cada um buscando no exercício de suas funções contribuir para alcançarmos os indicadores estabelecidos e apurados, periodicamente, pela comissão de avaliação especialmente designada pela Atricon”, comentou.

A adesão ao projeto vai permitir, conforme explicou o presidente do TCE, que se verifique e analise o desenvolvimento organizacional e estrutural de gestão do Tribunal, liderança e agilidade na área de recursos humanos, metodologia e normas de auditoria, comunicação, bem como o gerenciamento dos diversos setores que compõem a Corte.

“Tudo isso com o intuito de atender uma das principais demandas da sociedade , que é o aperfeiçoamento da qualidade e da agilidade dos procedimentos utilizados pelos órgãos fiscalizadores, valorizando assim o controle social e oferecendo serviços de excelência”, explicou o conselheiro.

Trata-se, conforme destacou, de uma excelente oportunidade para o TCE da Paraíba “caminhar de mãos dadas com as demais Cortes de Contas, aproveitar as experiências que obtiveram êxito e medir constantemente a qualidade de nossos serviços”.

Sob a coordenação do presidente do TCE, compõem a comissão responsável pela implantação do Marco de Desempenho o diretor Executivo Geral, Nivaldo Cortes Bonifácio; os auditores de Contas Públicas, Francisco José Pordeus de Sousa, Stalin Melo Lins da Costa , Josedilton Alves Diniz, José Luciano Sousa de Andrade e Eduardo Ferreira Albuquerque.

image(1)

Ascom/TCE-PB )
14.05.2015

Compartilhe: