Nomeado o diretor do Centro Cultural Ariano Suassuna

flaviotce 

 O presidente do Tribunal de Contas da Paraíba, conselheiro Arthur Cunha Lima nomeou o bacharel Flávio Sátiro Filho como o diretor do Centro Cultural Ariano Suassuna. O ato foi publicado no Diário Oficial do TCE, nesta segunda-feira (18), após a aprovação e sanção da Lei 10.465. O Centro passa a ser ligado diretamente a Presidência do Tribunal e ao seu diretor cabe a gestão administrativa e cultural, seguindo diretrizes do Conselho Deliberativo e com a participação do Conselho de Cultura do Tribunal.

Ao agradecer a confiança do Conselheiro Artur Cunha Lima, Flávio falou do entusiasmo em assumir a função. “Faremos esforço para diversificar as atividades do centro de forma a elevá-lo a um patamar que o dimensione entre os mais importantes e reconhecidos instrumentos culturais do país, sempre em consonância com as diretrizes traçadas pela presidência da Côrte” disse.

Perfil- Com larga experiência no setor cultural, formado em Direito pela Universidade Federal da Paraíba, Flávio Sátiro Fernandes Filho foi secretário-executivo e presidente da Fundação Casa de José Américo – onde atuou por mais de uma década -, tendo exercido, ainda, participação como membro titular do Conselho Estadual de Cultura.

Participou da Comissão Especial que elaborou o Plano Estadual de Cultura; foi titular do Conselho Curador e suplente do Conselho Diretor da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (FUNESC); membro da Comissão Técnica de Análise de Projetos (CTAP) do Fundo de Incentivo a Cultura Augusto dos Anjos; membro da Comissão Regional constituída pelo IPHAN –Instituto Histórico e Artístico Nacional para pré-seleção das ações inscritas no Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade.

Atuou na comissão encarregada pelas comemorações pelo sesquicentenário do ex-Prefeito de Campina Grande, Félix Araújo; membro da comissão encarregada pelas comemorações do centenário do ex-Prefeito Elpidio de Almeida; membro da comissão de indicação dos agraciados com a Medalha Philipéia de N. S. das Neves, do Palácio da Redenção; membro da comissão encarregada de organizar o Centenário do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano.

É sócio correspondente do Instituto Histórico de Campina Grande e sócio honorário da Academia Paraibana de Filosofia, tendo sido agraciado, pela sua atuação em prol da cultura paraibana com importantes comendas como a Medalha Elisio Sobreira, conferida pela Polícia Militar do Estado da Paraíba; Medalha da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho Epitácio Pessoa, conferida pelo Tribunal Regional do Trabalho da 13º. Região; Medalha Epitácio Pessoa, maior honraria da Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba; Medalha Ministro Ernani Sátyro, conferida pela Fundação Ernani Sátyro, Menção honrosa na Noite de Cultura realizada pelo Governo da Paraíba em 2001; Título de cidadão pessoense conferido pela Câmara Municipal de João Pessoa.

Foi paraninfo geral das turmas concluintes dos cursos de Administração e Ciências Econômicas do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal da Paraíba em 2007; recebeu o Troféu Heitor Falcão concedido pelo Jornalista Abelardo Jurema Filho; Comenda Jubileu de Prata da Academia de letras de Campina Grande, entre outros.

Ascom/TCE-PB

19.05.2015

Compartilhe: