TCE convida jurisdicionados a seminário sobre os Objetivos do Milênio

nos_podemos_1203(foto: Sistema Correio)

O presidente do Tribunal de Contas da Paraíba, conselheiro Arthur Cunha Lima, vai participar do Seminário Estadual de Autores e Atores dos Objetivos do Milênio (ODM) e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), evento programado por uma série de instituições para a próxima quarta-feira (18), a partir das 13 horas, na Estação Ciência de João Pessoa.

Sua participação foi comunicada a integrantes da Comissão Organizadora recebidos pela manhã, em seu gabinete. Ele aproveitou a ocasião para também convidar dirigentes dos organismos públicos sob jurisdição do TCE – em meio aos quais os prefeitos paraibanos – a tomarem parte das discussões da quarta-feira acerca do conjunto de metas organizadas pela ONU em favor de conquistas sociais, entre outras, no campo da educação, saúde, nutrição, meio ambiente e cidadania.

Sucedâneo dos Objetivos do Milênio, apresentados em 2000 e com vigência até o final de 2015, os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, tema do mesmo Seminário, envolverão um conjunto de 17 novas ações e 169 metas a serem cumpridas pelo Brasil e os outros países membros da ONU, ao cabo de um período de mais 15 anos.

Em março de 2013 o Tribunal de Contas da Paraíba foi signatário de um memorando de entendimentos, em cerimônia ocorrida na Procuradoria Geral de Justiça do Estado com a participação do embaixador da ONU no País Jorge Chediek. Em razão disso, dispôs-se a redobrar os cuidados já habitais com a rotina dos entes jurisdicionados a fim de que promovam investimentos necessários ao alcance das conquistas sociais reclamadas nacional e internacionalmente.

O documento também recebeu, há dois anos, as assinaturas de representantes do Governo do Estado, do Ministério Público, da União Brasileira de Municípios, da Federação das Associações dos Municípios Paraibanos e da Fundação Solidariedade, braço social do Sistema Correio de Comunicações e ente responsável pelo Movimento “Nós Podemos Paraíba”, articulador dos entendimentos. Os contatos desta quinta-feira foram feitos com grupo que teve à frente a coordenadora geral da Fundação Solidariedade Núbia Gonçalves.

Ascom/TCE-PB (Frutuoso Chaves)
12.03.2015

Compartilhe: