Ecosil promove seminário sobre Regime Próprio de Previdência

rppsrpps2

A Escola de Contas Conselheiro Otacílio Silveira (Ecosil), organismo do Tribunal de Contas da Paraíba, promoveu, na manhã desta sexta-feira (27), seminário destinado à exposição e discussão de questões previdenciárias com prefeitos, presidentes de Câmaras Municipais, contadores e gestores de Institutos Próprios de Previdência.

Ao saudar os participantes que em bom número ocuparam as cadeiras do Auditório Celso Furtado, do Centro Cultural Ariano Suassuna, também pertencente ao TCE, o coordenador da Ecosil, conselheiro André Carlo Torres Pontes, lembrou que o setor movimenta fatia considerável da economia paraibana.

“São 70, atualmente, os Institutos Próprios de Previdência existentes no Estado, mas já foram 170. Juntos, eles movimentam cerca de 1 bilhão e 600 milhões de reais”, informou o conselheiro.

Em seguida, destacou a importância do encontro então promovido com o propósito de favorecer meios e conhecimentos necessários à boa administração desses recursos e dos serviços deles decorrentes. “Gerir e pagar benefícios previdenciários exigem metodologia e capacitação”, observou.

O Seminário sobre Regime Próprio de Previdência Social, que durou por toda a manhã desta sexta-feira, teve exposições dos auditores de contas públicas Eduardo Ferreira Albuquerque e Sara Maria Rufino de Sousa, ambos dos quadros técnicos do Tribunal de Contas.

O primeiro chefia a Divisão de Auditoria de Atos de Pessoal e Gestão Previdenciária do TCE (Diapg), é especialista em finanças empresariais, bacharel em Ciências Contábeis e engenheiro de Segurança do Trabalho.

Sara Rufino, a outra expositora, possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Federal da Paraíba, é especialista em Gestão e Auditoria Pública e, também, em Direito, pelo Instituto de Educação Superior da Paraíba.

Frutuoso Chaves // Ascom/TCE

– 27 02 15

Compartilhe: