Conselho de Cultura do TCE-PB faz primeira reunião

O Conselho de Cultura do Tribunal de Contas da Paraíba, que se inclui entre os instrumentos de gerenciamento do Centro Cultural Ariano Suassuna e cujas incumbências estão definidas na Resolução Administrativa RA – TC 07/2014, realizou sua primeira reunião ordinária na tarde desta terça-feira, dia 6. Além de aspectos da gestão do equipamento, constaram da pauta duas solicitações de uso do auditório Celso Furtado.

Ao discutirem os pedidos de uso do auditório Celso Furtado os membros do conselho, com a concordância do presidente Fábio Nogueira, concluíram, por unanimidade, pelo não atendimento das primeiras solicitações de uso apresentadas. Essa decisão foi baseada na necessidade de definição de parâmetros para a cessão do equipamento, o que ainda não foi feito em razão do exíguo período de tempo entre a inauguração do Centro Cultural e as primeiras demandas surgidas.

Um ato administrativo, provavelmente uma portaria, definirá o perfil, que deverá ter um caráter marcadamente institucional, e, consequentemente, os parâmetros de uso do espaço. Dentre os critérios, inicialmente aventados, concordou-se que o evento deva atender, incondicionalmente, as demandas e os interesses da sociedade; ou seja, possa engrandecer cultural e educacionalmente os cidadãos que dele participem.

A gestão do CCAS se subordina ao Gabinete da Presidência. Participaram da reunião, além do conselheiro Fábio Nogueira, a procuradora do Ministério Público de Contas, Sheyla Barreto Braga de Queiroz; o conselheiro Arnóbio Alves Viana; e o pró-reitor de Cultura da UEPB, Francisco Pereira.

Ascom TCE-PB // Ridismar Moraes

Em 6 de janeiro de 2015.

Compartilhe: