Qualidade técnica do TCE-PB é atestada em visitas do Comitê Gestor, afirma conselheiro Fernando Catão

O conselheiro Fernando Rodrigues Catão, integrante do Comitê Gestor de avaliação da agilidade e qualidade do controle externo brasileiro, grupo instituído pela Atricon, que iniciou seus trabalhos pelo Tribunal de Contas da Paraíba, reafirmou o bom conceito de que desfruta o TCE-PB junto às demais Cortes de Contas do país. 

A reafirmação desse conceito, segundo o conselheiro corregedor do TCE-PB, foi reforçada nas avaliações realizadas pelo Comitê Gestor no Amapá e no Maranhão, na semana passada. “É impressionante o quanto ferramentas, aqui desenvolvidas, têm contribuído para os avanços observados lá fora. E isso nos condiciona a um aprimoramento constante”, ressaltou. 

As ferramentas de que falou o conselheiro Fernando Catão são o Sagres e o Tramita. Esses instrumentos, que possibilitam a melhoria do controle externo, foram cedidos gratuitamente a alguns Tribunais de Contas, entre os quais o do TCE do Amapá.

Compartilhe: