Atricon cria grupo de trabalho para estudar medidas visando rede de informações estratégicas

O Conselho Deliberativo da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), reunido em Brasília nos dias 21 e 22 de março, aprovou a criação de Grupo de Trabalho para estudar e propor as providências para a criação da Rede Nacional de Informações Estratégicas para o Controle Externo.

O conselheiro Arnóbio Alves Viana participou do encontro da Atricon, em Brasília, representando o Tribunal de Contas da Paraíba.

Entre os principais objetivos da rede estão o intercâmbio de dados e conhecimentos estratégicos que potencializem as ações de controle externo, uso de informações estratégicas que assegurem eficiência ao controle externo, fomento à institucionalização de unidades de inteligência nos Tribunais de Contas e a capacitação de profissionais de TCs na atividade de inteligência.

Integraram o Grupo de Trabalho o ministro Benjamim Zymler e os conselheiros Sebastião Carlos Ranna (TCE-ES), Cezar Miola (TCE/RS), Sebastião Helvécio (TCE-MG), Edilson de Souza Silva (TCE-RO) e o conselheiro substituto Alexande Manir Figueiredo Sarkues (TCE-SP). Pela Atricon, foi indicado o auditor do TCU Carlos Takao. Pelo IRB, o conselheiro Otávio Lessa.

Ascom/TCE-PB com Atricon
Fábia Carolino

Compartilhe: