TCE vai apoiar consulta da ONU sobre os Objetivos do Desenvolvimento do Milênio

26.02.2013

O presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), conselheiro Fábio Túlio Nogueira recebeu em seu gabinete, nesta terça-feira (26), a presidente da Fundação Solidariedade e secretária-executiva do movimento ‘Nós Podemos Paraíba’, Beatriz Ribeiro. Na oportunidade foi formalizado o convite para o TCE participar da Consulta Pública ODM Pós-2015, que será realizada em João Pessoa no próximo mês, pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A pesquisa terá como objetivo “escutar e dar voz as camadas excluídas para que suas necessidades possam ser consideradas na Agenda Global Pós-2015”.

O Tribunal de Contas do Estado vai inserir os oito Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODM) nos indicadores que avaliarão à prestação de contas dos gestores paraibanos. Foi o que garantiu o presidente do TCE-PB, conselheiro Fábio Nogueira, a presidente da Fundação Solidariedade Beatriz Ribeiro.

Fábio Nogueira disse que será propósito do Tribunal de Contas inserir em suas análises, um espaço específico para avaliar se as administrações estão aplicando e desenvolvendo políticas que contribuam para alcançar os objetivos de milênio. “Estamos dando nossa contribuição para que possamos alcançar um mundo melhor”, disse o conselheiro.

Ele argumentou que o TCE-PB tem a visão de que às Cortes de Contas “está reservado um papel de contribuir com a melhoria e qualidade de vida do nosso povo e de nossa gente. Essa construção não pertence à uma instituição, mas pertence a um desafio do mundo inteiro.”

A presidente da Fundação Solidariedade disse que a entidade se sente honrada com o apoio do TCE-PB à Consulta Pós 2015, que trata-se de uma mobilização realizada pela ONU em diversos países, para definir uma nova Agenda Global de Desenvolvimento – as metas mundiais que substituirão os ODM, cujo prazo para o cumprimento se encerra em 2015.

Mais de cinqüenta países foram escolhidos para realização das Consultas Pós-2015 e, no Brasil, as Consultas serão realizadas em dois estados: no Paraná e na Paraíba.

“A ONU está procurando ouvir toda a população para saber se esses são mesmos os objetivos a serem perseguidos, se vamos continuar com eles ou se, após 2015, teremos que mudá-los. O movimento é a construção de todos, de toda a sociedade e nos ajuda a buscar um mundo melhor que sonhamos”, comentou Beatriz Ribeiro.

Na Paraíba, a consulta pública será realizada em João Pessoa, no dia 7 de março, a partir das 9h00, no auditório do Ministério Público – Rua Rodrigues de Aquino S/N. A realização será da ONU e da Fundação Solidariedade, através do movimento ‘Nós Podemos Paraíba’

Ascom/TCE-PB
Fábia Carolino

Compartilhe: