Tribunal lamenta a morte do ex-senador Amir Gaudêncio

O Tribunal de Contas da Paraíba aprovou, por unanimidade, Voto de Pesar encaminhado pelo conselheiro Fábio Nogueira em razão da morte do ex-senador Amir Gaudêncio.
“Era um profundo conhecedor de sua época e de sua gente. E foi um grande humanista”, observou o vice-presidente do TCE, na abertura da sessão plenária desta quarta-feira (12) por ele conduzida em substituição ao presidente Fernando Catão que se recupera de uma virose.
O conselheiro Arthur Cunha Lima, por sua vez, ressaltou a fidalguia e o bom humor constante de Amir. “Foi um homem de bem com a vida”, disse.
Natural de São João do Cariri, Amir Gaudêncio foi secretário de Educação de Campina Grande e da Indústria e Comércio do Estado, superintendente do INPS e do Iapas, presidente da PBTur, suplente e, em seguida, senador da República.

Compartilhe: