TC vai examinar situação da Várzea de Sousa

O Tribunal de Contas da Paraíba vai inspecionar o Projeto de Irrigação da Várzea de Sousa, área de assentamento coordenada pelo Governo do Estado onde quase 180 famílias de pequenos produtores rurais dedicam-se à ovinocultura e à produção de grãos e frutas.

A providência, com data a ser definida, foi anunciada pelo presidente da Corte, conselheiro Fernando Catão, na abertura da sessão plenária desta quarta-feira (19). O propósito é averiguar, em processo decorrente de Inspeção Especial do TCE, indícios de irregularidades que vão desde o mau uso até o furto da água destinada ao perímetro irrigado de mais de 4 mil hectares, no Alto Sertão paraibano.

Ele entende que dois grandes lotes da Várzea de Sousa também operam, indevidamente, na produção de sorgo e milho destinado à ração-animal adquirida pelo Governo Estadual, comprometendo, desse modo, a concepção original do projeto.

O presidente do TCE esteve em visita ao local, há poucos dias, quando integrava um grupo de técnicos e dirigentes de órgãos públicos convidados pela Assembleia Legislativa do Estado para verificar os problemas que atrasam o andamento das obras de transposição do Rio São Francisco. A seu ver, elas não estarão concluídas antes de mais quatro ou cinco anos.
   
POLUIÇÃO – Na manhã desta quarta-feira, o conselheiro Fernando Catão anunciou, ainda, que o Tribunal de Contas vai exigir dos prefeitos de cidades paraibanas que serão servidas pelo Rio São Francisco a apresentação de Planos Diretores de Saneamento, a fim de que essa água não venha a ser contaminada por dejetos humanos e fabris hoje lançados, sem tratamento algum, nas bacias hídricas da região.

Ele se mostrou, mais uma vez, impressionado com o assoreamento do Rio Piranhas em cujo leito deverão correr as águas do Eixo Norte do projeto de transposição de que ainda se beneficiarão o Rio Grande do Norte e o Ceará. Contou, por fim, que entregará ao governador Ricardo Coutinho o relatório que está preparando com observações pessoais dos problemas que detectou na recente visita a esses locais.

Compartilhe: