Presidente do TCE faz relatório de inspeção as obras de transposição

 O Presidente do TCE-PB conselheiro Fernando Catão levou ao conhecimento do Pleno o relatório de sua viagem de visita as Obras de Transposição do Rio São Francisco. No início de sua explanação ele teceu comentários sobre o Perímetro Irrigado  de Sousa que pretende irrigar para melhorar a capacidade agrícola dos municípios do entorno.

Inicialmente, ele chamou a atenção para o assoreamento do Rio Piranhas completamente degradado e o incapaz de servir como condutor de águas do São Francisco quando elas aportarem ao seu destino final. Igualmente o conselheiro alertou para o desvio de água que é feito de maneira criminosa diminuindo e até impedindo a vazão normal para as zonas irrigadas. Esse problema foi comunicado a AESA que declarou sua impossibilidade de conter esse tipo de exploração por carências de meios para efetuar a fiscalização necessária.

O Presidente Catão continuou sua explanação mostrando obras em andamento e paralisadas dos dois canais que trarão as águas do São Francisco e alertou para a necessidade de que a Paraíba prepare-se para receber e dar uma destinação correta a essa água através de estudos e de um plano diretor que contemple todos os aspectos, inclusive os ecológicos com a recuperação da mata nas proximidades dos rios, canais, nascentes e açudes atualmente  tomados por verdadeiros desertos.

Ele estimou que as obras de transposição das águas, se retomadas de imediato, devem demorar ainda cerca de quatro anos para seu pleno funcionamento.

Compartilhe: