TC leva experiências a debate sobre inteligência no controle externo

Duas realizações do Tribunal de Contas da Paraíba vão ser levadas ao conhecimento dos participantes do Encontro Nacional sobre Atividades de Inteligência de Controle Externo, evento que a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) promoverá durante três dias, em Brasília, a partir da quarta-feira (15).
 
A primeira delas é a do Programa de Gerenciamento de Informações, ferramenta composta por um Sistema Auditor – útil, portanto, aos trabalhos da Auditoria – e, ainda, por um Sistema Monitor que engloba a tramitação eletrônica de processos.

A segunda experiência a ser levada à plateia de conselheiros, auditores, procuradores e técnicos de todos os Tribunais de Contas do País é a do sistema eletrônico de rastreamento que já permitiu ao TC paraibano identificar mais de 31 mil servidores estaduais e municipais em situação de acúmulo de cargos públicos.

Convidado, o presidente do TCE, conselheiro Fernando Catão, conduzirá ao Encontro Nacional sobre Atividades de Inteligência de Controle Externo, nesta terça-feira (14), técnicos da Corte envolvidos com ambos os projetos. São eles os auditores Humberto Gurgel, Marcos Uchoa, Fabiana Luzia de Miranda, Maria da Glória Franco Sena, Lidyana Costa de Araújo e Matheus Lacerda.

No primeiro dia, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) vai expor conceitos básicos de inteligência e contrainteligência aplicadas à gestão pública. Nos dois dias seguintes, membros e técnicos de outros Tribunais mostrarão experiências de sucesso.

O Encontro – que tem o apoio do Tribunal de Contas da União, Instituto Rui Barbosa e Programa de Modernização do Sistema de Controle Externo dos Estados, Distrito Federal e Municípios (Promoex) – servirá à disseminação de conceitos, metodologias e boas práticas de fiscalização à gestão dos recursos públicos no País.

 

Compartilhe: