Ministério Público de Contas tem segunda mulher no comando

O Tribunal de Contas da Paraíba deu posse, nesta quinta-feira (27), em sessão especial, à segunda mulher no comando do Ministério Público de Contas.
A procuradora geral Isabella Barbosa Marinho Falcão assumiu o novo cargo com pronunciamento em que fez referência ao moderno papel das mulheres na administração, na política e na sociedade, ocasião em que lembrou o discurso da presidenta Dilma Rousseff pronunciado na recente abertura da Assembleia Geral da ONU.

Isabella disse que assumia o novo desafio com a alegria decorrente da conquista, mas com a exata convicção de suas enormes responsabilidades. Em seguida, enalteceu o respeito aos princípios democráticos que nortearam sua nomeação pelo Poder Executivo, a quem foi submetida a lista tríplice por ela encabeçada. E não deixou de observar que eram, também, mulheres as demais integrantes dessa lista: as procuradoras Sheyla Barreto Braga de Queiroz e Elvira Samara Pereira de Oliveira.

Também elogiou a gestão do ex-procurador geral Marcílio Toscano Franca Filho, prometendo, tanto quanto a execução de ações e planos pessoais,  a continuidade dos bons projetos daquele a quem sucedia. Isabella emocionou a plateia que então superlotava a Sala de Sessões do Tribunal (representantes dos três Poderes, conselheiros, procuradores, servidores, amigos e convidados especiais), ao citar a ausência do pai, o músico Sevy Falcão, recentemente falecido. “Lamento que ele não esteja aqui para me apoiar nesse novo desafio”, disse, contendo o choro.

O decano do TCE, conselheiro Flávio Sátiro, encarregado de saudá-la, lembrou o tempo em que a teve como aluna do Curso de Ciências Jurídicas da UFPB. Ele contou que se sentia um tanto vitorioso com a ascensão funcional da ex-pupila. “Isso acontece sempre que um ex-aluno é assim elevado”, brincou. Também viu no talento, na tranquilidade e na segurança com que Isabella costuma defender suas posições os méritos necessários ao bom desempenho do novo cargo.

Em seguida, a nova chefe da Procuradoria Geral do TCE ouviu do amigo Marcílio Toscano votos de êxito e o desejo da colaboração. Ao enumerar algumas de suas realizações, este último citou a redução em mais da metade do estoque de processos no âmbito da Procuradoria, a adoção de metodologia de fiscalização voltada para a boa qualidade dos serviços públicos e a cooperação com os órgãos que integram, na Paraíba, o Fórum de Combate à Corrupção (Focco). “Saio com a sensação do dever cumprido”, observou Marcílio.

Antes de encerrar a sessão especial, o presidente do TCE, conselheiro Fernando Catão, formulou votos de êxito a Isabella e aos dois novos subprocuradores gerais Elvira Samara e André Carlo Torres, também empossads. E agradeceu à contribuição de Marcílio. “Tive nele um companheiro que muito nos ajudou no cumprimento daquilo que a sociedade mais exige de seus Tribunais: a celeridade processual”, disse.

Compartilhe: