Falcatruas em ritmo vertiginoso

A mídia noticia quase diariamente denúncias e investigações de escândalos de corrupção e fraudes em prefeituras. A frequência com que certos temas aparecem permitiria estabelecer uma “tipologia”. Educação, saúde, licitações de obras e de fornecimento de produtos e serviços, coleta de lixo seriam, aparentemente, alvos preferidos dos assaltantes da coisa pública.

O catálogo exaustivo de vigarices é por certo muito mais amplo. Assim como mais ampla é a lista de casos que não chegam a ser denunciados. Se as paredes das prefeituras e câmaras de vereadores falassem…

No início da década passada, tiveram destaque na mídia iniciativas como a da criação da Amarribo – Amigos Associados de Ribeirão Bonito (SP) −, encabeçada pelos empresários conterrâneos Antoninho Marmo Trevisan e Josmar Verillo. Em 2003, o Instituto Ethos publicou uma cartilha chamada O combate à corrupção nas prefeituras do Brasil. Trevisan e Verillo eram dois dos autores. No trabalho, relatava-se a destituição do prefeito de Ribeirão Bonito, por corrupção, em 2002.

Josmar Verillo, agora à frente do conselho da Amarribo, foi entrevistado na EPTV em 17 de maio deste ano. O tema foi um estudo sobre corrupção no país.

Fonte: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/

Autor: Mauro Malin

Compartilhe: