TC de Sergipe toma conhecimento do Sagres e métodos de auditoria

O Tribunal de Contas de Sergipe tomou conhecimento, na manhã desta sexta-feira (17), dos procedimentos de auditoria, do Sistema Eletrônico de Tramitação Processual e, ainda, do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres) desenvolvidos pela Corte de Contas da Paraíba. A apresentação foi feita pelo conselheiro Nominando Diniz que viajou a Aracaju a convite da presidente do TC sergipano Maria Isabel Carvalho Nabuco D’Ávila.

Acompanhado do auditor Marcelo Lopes, também designado ao encontro pelo presidente do TC-PB Fernando Catão, o conselheiro Nominando falou para um público formado por representantes do Ministério Público, membros e integrantes dos quadros técnicos da Corte por ele visitada.

Parte de um programa de capacitação técnica do Tribunal de Sergipe – que envolve outras providências e exposições – a participação dos dois paraibanos foi assim noticiada: “A ideia partiu da Presidência desta Corte, logo após o procurador do Ministério Público Especial Sérgio Monte Alegre ter levantado a necessidade da análise mais apurada de contas públicas dentro de princípios constitucionais como os da proporcionalidade, economicidade e razoabilidade”.

Conclui a nota no Portal do TC-SE: “Chegou-se à conclusão de que a melhor forma de apresentar esses princípios seria promovendo debates entre os técnicos da Casa  e ouvindo a experiência de outros Tribunais. Outras palestras com essa abordagem serão realizadas nos próximos meses”.

Compartilhe: