Gastos irregulares reprovam contas na sessão do TCE

Despesas insuficientemente comprovadas com merenda escolar, material de limpeza e consumo, assessoria técnica e jurídica ajudaram a reprovar as contas de 2008 do prefeito de Santa Inês Adjeverson Fernandes da Silva, a quem o Tribunal de Contas do Estado imputou o débito de R$ 274 mil, conforme proposta do relator Oscar Mamede Santiago Melo e o parecer do Ministério Público. Adjeverson, a quem foi concedido prazo de 60 dias para a devolução desses recursos, conta com a chance de justificar tais gastos em fase de recurso.

Gastos também irregulares (alguns com a concessão de diárias em período de recesso) resultaram, igualmente, na desaprovação às contas de 2008 da Câmara Municipal de Areia, com imputação do débito de R$ 31,5 mil ao ex-presidente Edilton Silva do Nascimento.

Tiveram suas contas aprovadas pelo TCE, na sessão plenária desta quarta-feira (20), os prefeitos de Diamante (Hércules Barros Mangueira Diniz, exercício de 2008), Camalaú (Aristeu Chaves Sousa, 2009) e, ainda, a ex-prefeita de Serra (Maria de Lourdes Bernardino, 2007).

Também, as Mesas Diretoras das Câmaras Municipais de Pilõezinhos (2008), Coxixola e Cabaceiras (2009, nesses dois últimos casos). Em fase recursal, a prefeita de Sobrado Célia Maria de Oliveira Melo obteve a aprovação das contas de 2008 por ela apresentadas ao TCE.

Compartilhe: