TCE exprime seu pesar pela morte de Lynaldo Cavalcanti

O Tribunal de Contas do Estado aprovou por unanimidade, na abertura da sessão plenária desta quarta-feira (12), voto de pesar do conselheiro Fernando Catão pela recente morte do engenheiro  e ex-reitor da Universidade Federal da Paraíba Lynaldo Cavalcanti.

“Ele pôs a Paraíba em destaque na área educacional e consolidou outros polos de saber ao longo de uma experiência que o consagrou, do mesmo modo, em outros recantos do Brasil”, lembrou o presidente do TCE que ainda atribuiu a Lynaldo os esforços que levariam o projeto de transposição do Rio São Francisco para dentro do Ministério de Ciências e Tecnologia.

Ao referir-se ao amigo como nome de grande importância para as ciências nacionais e homem cuja vida esteve voltada para as grandes questões do Nordeste, o conselheiro Catão fez ver que o campinense Lynaldo Cavalcanti revolucionou os órgãos públicos por cuja direção passou, entre eles o CNPq.

A competência, o talento e os feitos do homem cuja morte lamentava foram também destacados pelo conselheiro Arthur Cunha Lima. Segundo ele, Lynaldo Cavalcanti fez da Faculdade de Engenharia de Campina Grande uma ilha de excelência.

Compartilhe: