TCE, Famup e UEPB lançam edital para curso sem vestibular

O Tribunal de Contas do Estado, a Universidade Estadual (UEPB) e a Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup) lançaram, nesta sexta-feira (6), às 10 horas, o edital que define critérios para inscrição de servidores municipais ao Curso em Administração Pública na modalidade de ensino à distância, sem a necessidade de exame vestibular. A participação do TCE dá-se por meio de sua Escola de Contas Conselheiro Otacílio Silveira (Ecosil), órgão com oito anos de existência.

Os interessados, que disputarão 150 vagas, devem ser funcionários efetivos, portar certificado de conclusão do ensino médio (ou curso equivalente) e atuar nas áreas de Administração, Finanças ou Planejamento dos municípios paraibanos. As inscrições serão feitas no período de 16 a 20 deste mês, via internet, nos portais do TCE (www.tce.pb.gov.br) e da Famup (www.famup.com.br).

SELEÇÃO – O preenchimento das vagas obedecerá à ordem decrescente da média final do ensino médio, conforme histórico escolar apresentado pelos candidatos. Em caso de empate, haverá preferência, sucessivamente, por aquele que detiver maior tempo de atuação comprovada nas áreas já referidas, maior tempo de serviço e maior idade. Se, ainda assim, persistir algum empate, a vaga em questão será decidida por sorteio.

Cada inscrição somente será homologada mediante confirmação de uma Comissão Tripartite criada para análise da documentação dos candidatos que, assim admitidos, terão ingresso no segundo período letivo da UEPB, a partir de setembro. As 150 vagas ao Curso de Administração Pública à distância estarão distribuídas nos polos da Universidade existentes em João Pessoa (20 vagas), Campina Grande (60), Pombal (35), Itaporanga (15), Catolé do Rocha (10) e Itabaiana (10).

PARCERIA – O lançamento do edital reuniu, no gabinete do presidente do TCE Nominando Diniz, os conselheiros Fernando Catão e Flávio Sátiro (criador da Ecosil) e o vice-reitor da UEPB Aldo Bezerra Maciel. Também, a coordenadora dos Programas Institucionais da mesma Universidade Eliana de Moura Silva, o representante da Famup na Comissão de Seleção dos candidatos Manoel Porfírio Alves, o coordenador da Escola de Contas Conselheiro Otacílio Silveira (Ecosil) Sebastião Taveira e diretores do Tribunal.

Os pronunciamentos, na ocasião, ressaltaram o desejo do aprimoramento de quadros funcionais para o serviço público, em benefício da sociedade. “É com esse intento que buscamos a ampliação de parcerias como essa que agora celebramos”, acentuou o conselheiro Nominando Diniz.

FICHA LIMPA – O procurador da República José Guilherme Ferraz da Costa vai falar, segunda-feira (9), às 16 horas, na Sala de Sessões do TCE, sobre a importância das decisões dos Tribunais de Contas do País no âmbito da Lei Complementar 135, de 4 de junho passado (a Lei da Ficha Limpa).

A matéria também será debatida pelo procurador geral do Tribunal de Contas do Estado Marcílio Toscano Franca Filho e pelo representante da Ordem dos Advogados na Paraíba Carlos Otaviano de Medeiros Mangueira.

Compartilhe: