TC de Pernambuco também decide adotar o Sagres

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco – a exemplo do que já fez o do Piauí – decidiu adotar o Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), aplicativo de computador desenvolvido pelo TC paraibano e destinado ao controle das administrações municipais e estadual.

Na Paraíba, também já são usuários habituais do Sagres organismos como a Procuradoria da República, a Receita Federal, a Polícia Federal e o INSS, este último interessado na consulta às folhas de pagamento do funcionalismo público para a ocasional detecção de problemas com o recolhimento de contribuições previdenciárias.

Criado em 2002 e desde então sucessivamente aprimorado, o Sagres tem despertado, ainda, o interesse de outras Cortes de Contas do País. “Somos constantemente procurados para mostrar o que é e para que serve esse instrumento de que dispomos em favor da transparência e do controle social dos gastos públicos”, conta o presidente do TCE, conselheiro Nominando Diniz.

O lançamento em Pernambuco está assim noticiado pelo TCE-PE:

O Tribunal de Contas fará o lançamento do Sistema Sagres para os órgãos sob sua jurisdição. As datas e horários agendados são os seguintes: no próximo dia 24, em Petrolina, das 10h às 12h, para os municípios do Agreste e do Sertão; e no próximo dia 30, em Recife, das 14h às 16h, para os municípios da Região Metropolitana, Zona da Mata e também do Agreste.

Em Petrolina, o evento será realizado no Centro de Convenções Nilo Coelho, Av. Trinta e Um de Março, s/nº. Já no Recife, o local do lançamento é o auditório da sede do TCE, Edifício Dom Helder Câmara, Rua da Aurora, 885, Boa Vista.
A Coordenadoria de Controle Externo do TCE já enviou ofícios às prefeituras e câmaras municipais convidando os seus representantes para o lançamento do Sistema. O Sagres tem como base a coleta, análise e disponibilização para a sociedade de dados informatizados sobre a execução orçamentária e financeira das unidades gestoras municipais sobre licitações, contratos administrativos e despesas com pessoal. Ele substituirá o Sistema Audin, utilizado anteriormente pelo TCE.
O principal objetivo do encontro é divulgar o conjunto de informações que serão prestadas pelos jurisdicionados no exercício de 2011.

Compartilhe: