TC aprova com ressalvas contas de 2006 da Cehap

 

O Tribunal de Contas do Estado aprovou, com ressalvas, as contas de 2006 apresentadas pelos então gestores da Companhia Estadual de Habitação Popular Rubens Falcão da Silva Neto e Pedro Lindolfo de Lucena, aos quais imputou multa individual de R$ 2.805,10, conforme voto do relator Marcos Antonio da Costa e o parecer do Ministério Público ratificado pelo procurador geral Marcílio Toscano Franca Filho. Despesas não licitadas, entre outras, com refeições e passagens aéreas ocasionaram as ressalvas e multas. Cabe recurso contra essa decisão.

As Câmaras de Vereadores de São José do Bonfim, São José dos Cordeiros e Quixaba tiveram as contas de 2007 aprovadas pelo TCE, de acordo com o entendimento do conselheiro José Mariz, relator desses processos. A de Quixaba ainda obteve a aprovação das contas de 2008, também julgadas na ocasião.

Compartilhe: