Saúde recebe relatório sobre atendimento em postos

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Arnóbio Viana, entregou, nesta sexta-feira, às 10h30, à secretária municipal de Saúde, Roseana Meire, relatório contendo observações de participantes do Programa Voluntários do Controle Externo (VOCE) acerca do atendimento nos postos médicos de João Pessoa.

O documento servirá à firmação de um termo de compromisso, no próximo dia 4, para a solução de falhas – a maior parte referente à falta de médicos – apontadas por pessoas idosas que integram a equipe de voluntários. Já assinaram idêntico termo de compromisso os prefeitos de Cabedelo, José Régis, e o de Patos Nabor Wanderley.

Roseana Meira, elogiou a implantação do VOCE e adiantou que vai analisar o relatório elaborado a partir das visitas dos idosos às Unidades de Saúde do Município para ver quais as medidas a serem adotadas a fim de melhorar o atendimento ao público.

“Com a leitura deste documento, veremos o que é possível, ou não, fazer para corrigir eventuais falhas. Temos investido muito, mas a área de saúde é muito complexa. De qualquer forma, é importante esse trabalho do Tribunal de Contas, pois nos ajuda a sempre buscar melhorias”, afirmou ela.

Entende a secretária que, além dessa contribuição, o Programa de Voluntários tem, ainda, sua importância social porque dá aos idosos a oportunidade de exercer a cidadania.

“Não sei se poderemos resolver tudo, devido à complexidade dessa área, mas faremos o que estiver ao nosso alcance após a avaliação do relatório. Vamos, inclusive, levar essas informações aos profissionais das unidades de saúde para buscarmos soluções”, adiantou a secretária.

EM CAMPINA – Técnicos do TCE promoveram, em Campina Grande, o treinamento de pessoas da Terceira Idade interessadas em participar do VOCE. A iniciativa, também extensiva a habitantes dos municípios de Puxinanã, Lagoa Seca, Massaranduba, Fagundes e Queimada, antecedeu o lançamento do programa na região, evento marcado para a próxima terça-feira, 27.

“Decidimos pelo treinamento simultâneo para agilizar a implantação do VOCE numa das áreas mais populosas e mais importantes da Paraíba”, comentou o presidente do TCE, conselheiro Arnóbio Viana.

O VOCE, por ele idealizado, busca o envolvimento da faixa mais idosa da população com a fiscalização de bens e ações públicas. O setor de saúde, por sua importância, recebe os cuidados iniciais. Lançado, primeiramente, em Cabedelo, no mês de junho, o programa existe em Patos, desde 30 de julho, e em João Pessoa, a partir de 18 de setembro.

Devidamente treinados, seus participantes estão prontos para acompanhar os serviços do SUS, o funcionamento de postos médicos, as ações dos agentes comunitários, as campanhas de vacinação e o Programa de Saúde da Família. “O que nós estamos firmando, aqui, é uma grande parceria para o controle social”, esclarece o conselheiro Arnóbio Viana.

O envolvimento de idosos, a seu ver, também detém outro mérito: “Serve a um projeto de evolução cidadã, à inserção social das pessoas mais velhas e à utilização de suas experiências em favor do bem comum”, explica ele.

O treinamento do grupo de voluntários de Campina Grande e cidades próximas ocorreu, quinta-feira à tarde, na sede do Senac. Ali, a escolha dos participantes teve a colaboração do SESC. Na visão do procurador André Carlo Torres, representante do Ministério Público junto ao TCE, o VOCE “é um programa único e modelar no País”.

Compartilhe: